Nenhuma cobrança

Você inventou muitas teorias
para se afirmar na prática,
tem muitas respostas na ponta da língua,
e doa hipocrisia de graça

Você sempre comenta que está vivendo a vida,
descobrindo o mundo, diz que está pronto pra tudo,
mas, eu sei que é só fala, fala, fala

De tudo: atitude, falta muito,
e não é nenhuma cobrança,
você insiste em se vender como adulto,
mas, se troca com criança

Faz caridade falsa e se ilude,
achando que pode ajudar o tempo inteiro,
não percebe que cercado por todos os lados,
os outros também, rasteiros, aprendem sós.

De tudo: atitude, falta muito,
e não é nenhuma cobrança,
você insiste em se vender como adulto,
e eu não compro confiança

Você inventou muitas teorias
para ter algum lugar social,
para ser aceito num grupo,
cercado de alguns perdidos teóricos,
pensando ser um achado

De tudo: atitude, falta muito,
e não é nenhuma cobrança,
tem gente que não quer sair da cela criada,
presídio de segurança máxima,
nem recebendo fiança

Pequenos ponteiros

Não há pausas para a vida,
disso só me resta dizer que são evidências,
ora, serve, segue e guia
porque quando você deixa de prestar atenção em algo,
outra demanda merece seus cuidados

É certo que, nessa curta vida,
não temos um só segundo de descanso,
porque, desde que nascemos,
somos cercados de desafios

De todo caso, não reclame,
o que você é capaz aqui,
é pequenino perto da grandiosidade da eternidade

Sim, é verdade, que durante as poucas somas de décadas
pelas quais temos vivido, ainda há muito a mudar,
a ponto de parecer luta perdida, coisa que nunca termina

Deus criou você e criou a formiga
e nenhuma obra-prima tem valor menor,
nem a duração equivocada
porque o tempo é uma dádiva
complexa nos segundos,
banal nas horas.

Pirotecnia

Hoje a chama dos meus olhos explodiu
combustão de te amar escondido,
cercado de pensamentos, é bendito,
o sentimento que se alastra pela alma
e comparece

Descontrolado, não há o que fazer,
deixa apenas consumir até o fim,
as labaredas do intenso fogo,
que queima até o último segundo
as noites de sono que eu não dormi

Destroços de solidão se foram,
restos de angústia não deixaram vestígios,
os amores antigos, não se recuperam mais,
a falta de afeto se perdeu rapidamente

Sorridente, esse fogo diferente
aquece o corpo, ilumina a mente,
é estridente, os estalos que a paixão
nos faz contemplar

Somos nós a mais linda pirotecnia
para festejar as viradas que a vida dá,
sem medo e sem receio de se machucar

É quente, é gostoso e aconchegante,
é conforto, cuidado completo
é êxito, excessivo abençoar
o contrário, o reverso do pecado,
que pecado o céu não ter fogo
para o nosso balão de amor subir
por isso, nos amamos aqui na Terra

Não atrapalhe – o silêncio –

Que o dia não nos obrigue
a ficar provando nada a ninguém,
pois, se cada um toma conta de sua tarefa,
é certa a falta de tempo para pesquisas alheias

E se der conta do seu próprio servir,
sirva mais, de outras formas,
antes de vir a mim
dizendo que não faço nada;

A fofoca é praga perigosa
que destrói a horta das boas amizades,
apodrece o respeito e a admiração

Cada um cuida do outro
de um outro jeito que você não cuida
e é por isso, que mesmo na labuta,
as pessoas buscam a todos nós

Pois, que cada um tem uma forma distinta
de desatar os nós da vida,
acolher o outro,
e ajudá-lo a dar a volta por cima

Eu peço, antes de tudo,
que se o desconforto comigo for grande,
não se adiante a comentar com mais ninguém

O silêncio do insatisfeito é falta de respeito
quando não dito a quem se deve,
usando terceiros de escudo

A alma humana tem tantos atributos para serem descobertos!
procure o que fazer, antes de dizer palavras infundadas,
cada um dá o melhor de si nessa experiência abençoada
e eu não desejo mais pra mim, outra palavra confiada,
a não ser – “silêncio” – para a vida perturbada