Copo de Vinho

109px-red_wine_glas.jpg100px-white_wine_glas.jpg

Banho quente, relaxante, desconcertante,
pensando em você a cada instante,
saio da banheira agora congelante,
passo o desodorante e o roupão,
visto sem emoção, desço a escada,
fico parada, aludida e iludida
em bebida alcoólica mal diluída
na alma e no coração de uma moça
que não tinha a intenção de negar o amor
de ninguém, mas você se decidiu,
não se dividiu comigo e não quis divisão.

Ao som de piano e de música lenta
sinto-me sedenta de um whisky forte,
que me deixe com coragem e decidida
a dar um novo rumo em minha vida
e a não depender do homem que por anos amei,
porém, agora chorei, por falta de compreensão.

Mas eu não vou me entregar a perdição
do coração doído, vou beber mais um licor bem batido
e com energia recarregada vou procurar um novo amor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.