Paixão proibida

Não fuja de mim,
não bata a porta na minha cara,
não mande dizer que não está aí…
Não desligue o celular
e nem faça uma viagem pra outro lugar.

Não adianta fugir pela escada,
eu te encontro no saguão da entrada
de qualquer maneira…

E não fale que sente ódio,
quando briga com o coração que me quer.

Não seja idiota,
eu sei que cheguei sem avisar,
mas quem procura, acha.

A culpa não é minha
se você me procurou
só pra se divertir,
e acabou ficando apaixonada.

agora, foge de mim,
porque não pode ter
esse relacionamento
de beira de estrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.