A resistência

shot_to_death_at_school___by_anniika.jpg

Durma… durma… durma…
Você tem que descansar a qualquer momento…
Não adianta brigar com o sono
estarás em minhas mãos mais cedo ou mais tarde.

Não posso mais buscar a minha cama,
se fizer isso ele vai me torturar
não suportarei mais uma batalha…

Não quero reviver meus piores dias
sem poder fazer nada para que isso acabe,
algo que não quero é sofrer de novo tudo que lutei para esquecer.

Deixe pra lá o café, mesmo com ele você ainda terá que me enfrentar.
Não atrase mais as coisas, eu quero brincar com você logo…

Rendá-se de uma vez e me deixe fazer o que gosto de fazer…
Como vai conseguir viver se não tentar repor as energias?

Vou esperar você cair, é só uma questão de tempo,  ele está ao meu favor…

Conto “A Última Vítima”

Leia também

Parte 1 – O aviso
Parte 2 – Meu fantoche
Parte 3 – A porta da tortura
Parte 4 – Meia-noite
Parte 6 – Preparando a cirurgia

5 comentários sobre “A resistência

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.