Pré-julgamento

O que eu preciso esclarecer
esclarecerei tudo
tudo que precisar saber
eu respondo sem medo
sem medo dos meus antigos absurdos

Mas não me julgue,
eu não te julgo
não reclame
não me deixe ainda mais puto
não se faça de santa
isso eu não engulo

Eu não sou criança
eu mudei
eu refiz meu mundo
eu reformulei meus conceitos
já não sou tão tolo
como há anos você viu daquele jeito

Daquele jeito fútil
daquele jeito bobo
aquele sujeito que acreditava em tudo
e em nada via defeitos

Hoje eu vejo claramente
nada escapa das minhas críticas
mas também não escapo das lentes
das lentes que captam
um novo homem, o homem forte
que queria ser criança novamente
pra fugir das lentes e críticas indecentes
de um mundo movido por ibope
de um jogo deprimente

4 comentários sobre “Pré-julgamento

  1. Jefferson de Souza Gomes disse:

    Sim Tiago, tem um toque pessoal mas eu escrevo pensando em vocês com um toque do meu jeito de ser, mas não que seja diretamente da minha vida.
    Volte sempre!

  2. Jefferson de Souza Gomes disse:

    Sim Tiago, tem um toque pessoal mas eu escrevo pensando em vocês com um toque do meu jeito de ser, mas não que seja diretamente da minha vida.
    Volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.