A primeira tentativa

Eu vim aqui pra lhe contar
por favor, não me interrompa
isso eu preciso dizer sem demora

Espera um instante, preciso pensar
mas nao fale nada, não quero ouvir
tenho que organizar minhas idéias
mas vou falar

Sabe… é dificil… não me vêm as palavras
não parece mais tão fácil… não surge…
Tudo que ensaiei sumiu quando vim parar aqui…

As palavras não saem, a garganta secou
a lingua enrolou e a tremedeira que não pará
calma, por favor, não fala nada
mas um segundo e a coisa desembaraça

Isso é loucura, o que estou fazendo?!
Não posso dizer isso,
é absurdo demais até pra mim

Desculpa o incômodo mas eu não consigo,
melhor eu ir, olha, talvez quando eu estiver pronto,
eu te conto, mas esse não é o momento
preciso pensar se realmente coloco um ponto agora
ou se o futuro será afirmação total do nosso encontro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.