Ana Carla

Ana Carla,

Claramente você muda o mundo,
Sua presença dissermina o escuro,
Uma Carla cala tudo,
As mentiras e absurdos que dizem por dizer.

Venho contar que você,
Ana planta em mim,
Algo que não sei dizer,
Pois que o sol só tem o mesmo brilho,
Quando claramente você aparece.

* Com carinho para o sol das manhãs.

*Amiga do CEFET Campos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.