Homem de aluguel

Não venha me dizer que não gosta
é pura, pura mentira
a sua cara não esconde o prazer
mas você ainda nega claramente o que se vê

Nós dois na beira da praia
a areia foi nossa cama
você dizendo que me ama
e agora nega?

Que história é essa
de na hora ser bom
mas que depois de tudo
não sente mais nada

Que história é essa
na hora eu te vejo suando frio
agora vem me desprezando, negando
todas e tantas outras aventuras?

Vou dizer o que você é:
uma tremenda puta, duas caras
não uma mulher

Você geme e xinga, diz que me quer
pra eu ir mais fundo, totalmente sem escrúpulos
você ama, dança coladinho, esfrega meu corpo
molha o meu membro, eu jorro gozo
depois você me descarta como um produto

absurdo!
Você quem procura
alguém me segura
porque eu não sou de ouvir desaforo
na próxima não adianta pedir socorro
porque eu vou acabar com tudo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.