Reforma ortográfica

As palavras resolveram discutir,
umas não acreditavam que a reforma ia sair
mas já que está valendo, algumas gostaram
outras não arredam o pé do passado

O u, que tinha dois olhos
entre o q ou g e mais uma vogal,
ficou indignada, achou palhaçada
não poder mais espiar os dois namorados

A idéia gostou da ideia
de perder o acento,
veio em bom momento, confidenciou

Ao ser ridicularizada pelo i e a,
ela não conseguiu evitar a grosseria:
eu perco o chifre que os dois me deram
mas não perco o som que me marca a melhor

O voô reclamou
cortaram-lhe as asas
agora não pode ser
confundido com os pássaros

Quem não se importou foram
as proparoxítonas, indiferentes
não lhe modificavam nada

Os hífens, apesar da salada
no seu uso, não foram convidados,
não sabiam se na casa da mãe joana
eles eram usados, resolveram estudar
a tal reforma ortogrática…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.