Rio de luz

Você é luz, controle
direção, caminho
trilha na selva da vida
entre árvores tremendas
que as folhas impedem
a passagem do sol,
na escuridão total
eis você

Um rio: das suas águas bebo
doces palavras refrescam
e acalantam, antídoto
para as serpentes
da flresta,
da mata fechada
perigosa

Você é o canto
da mais colorida
da mais serena ave
que com sua voz suave
corta os ares com suas asas

E de manhã se faz bom dia
benvindo ao novo amanhecer
com a passagem lenta das suas águas
faz-se despertador simples
ao mesmo tempo necessário

E com o passar das horas
quando começo a fugir
da sua sabedoria
a sede dá um nó na garganta
não adianta tentar desviar
do seu lado devo ficar
nos seus afluentes de energia
desaguar para da paz em abundancia
ser feliz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.