Sinto frio

Sinto falta de te ver banhando-se nas margens de um rio límpido de águas cristalinas, completamente nua a explorar cada centimetro do seu corpo da forma mais sensual que uma mulher poderia chegar a fazer, tentando desesperadamente, através do tato, se autoconhecer ou simplesmente levar às mentes masculinas o orgasmo sem freios. Escondia-me, mas alguma coisa me dizia que você tinha conhecimento da minha presença, e acho que foi isso que te tornou um pouco mais desafiadora, vulgar e impressionantemente mais cobiçada por cada neuronio meu que desenfreadamente trabalhava na cena de ver-me deitado em cima de ti fazendo amor…. Sentia que isso seria possível se investisse nas palavras certas ao te abordar; mas esse momento jamais chegou. Voce nao saiu daquele rio. Ao mergulhar, não mais voltou à superficie. Fiquei longos dolorosos minutos esperando seu retorno, mas voce afogou a propria vida em um suicidio tentador: na sensualidade e na frustraçao de nao poder realizar tudo que planejei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.