Menina-moça

Sinto falta do seu cheiro doce, do seu beijo doce, do seu sossego, moça
Sinfo falta do seu sorriso singelo, do olhar que quero, da lua nova, moça
Sinto falta do seu jeito simples, da sua fala simples, da sua roupa, oh moça
Sinto falta daquele molejo, do seu desejo de despir-se à toa,
Sinto falta da moça que um tanto boba foi me deixando tonto
e quando eu me vi perdido, sendo da moça bandido,
fui me perdendo todo pela menina moça
que lavando a louça um dia me cativou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.