O ambicioso

Sou o controle, a grana e a ordem
Sou o poder, a cobiça e a sorte
Sou ego inflado que consquistou respeito

Sou a ganancia, a inveja e o insurpotavel
consigo o que quero sem quem me impeça
Sou a avalanche a cair sobre a floresta
e dissimar toda a vida, congelando-a

Sou a determinação em traço forte
Sou tudo aquilo que me ajude a chegar onde quero
Sou a morte no gatilho sombrio
Sou o desprezo em meio à dor

Eu sou apenas eu,
esqueci quem sou
Sou nada,
nada foi o que sobrou
da minha cobiça desenfreada
que me suicidou

2 comentários sobre “O ambicioso

  1. e ae meu querido poeta!!
    senti falta dos seus belos poemas!!!
    seja bem vindo mais uma vez meu caro poeta!!
    e olha sse poema ficou show de bola!!
    essa é a realidade de muitos… morrem pela propria ambição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.