Violão

Junte-se aqui comigo, sente-se à beira-praia,
violão e areia, nos pés, nostalgia e sentimento, nas mãos,
composição sem partitura, letra sem sentido,
a boca vai muiscalizando os pensamentos
que se deixam levar pela brisa triste
de um passado distante,
não se via, nos lábios do jovem músico,
o doce paladar do beijo,
não veio, ficou a água salgada
quando mergulhava no mar da paixão passada….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.