Cigana

Quero me apaixonar por uma cigana
me perder nos movimentos de roda
me embrigar no olhar da Rosa
me hipnotizar naquele olhar de prosa não dita

Dizem que cigana é maldita
rouba teu coração sem perceber
nessa dança, no abre e fecha e roda
dos panos e saias e enganos
enfeitiça um jovem homem tonto
a segui-la rodopiando

Ele então vem se suicindando a cada passo
que ela foje dançando….
e quando vai ver só resta
um farrapo humano querendo o prazer
que a cigana na dança
atiçou-lhe o ser

Morreu querendo
feliz partiu, dançando
querendo ela
iludiu-se
mas teve o quis

Uma mulher olhando em seus olhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.