Negligências

Eu tenho saudades dessas risadas, dos abraços e palhaçadas
que vivemos juntos, que fizemos juntos, até as altas horas da madrugada
eu tenho saudade da nossa juventude, da nossa mocidade
que foi tão cedo…. Agora é tarde pro meu desespero

De continuar rindo, e zombando da vida
que agora, nessa nossa idade envelhecida,
zomba e nos ensina a ser homens maduros

Eu tenho saudade da nossa negligência
que apesar de ter sido tamanha e horrenda
quando a fazíamos, o mundo valia a pena

Mas agora, pelo mesmo motivo que rimos,
viemos a refletir, e não é que os dias ao partirem
levaram repartidos pedaços de nossos jovens seres
para a enternidade?

Um comentário sobre “Negligências

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.