Conte-me o seu passado

Eu queria ter crescido com você
só para ver quem foi que te feriu
quem foi que te machucou
de onde essa cicatrizes surgiu

Eu queria ter acompanho você de berço
só para saber se você sofreu com os preconceitos
quem foi o engraçadinho que piada com seu nome fez
Eu só queria saber se esse trauma engasgado na sua garganta
saiu da lança de ver seus pais se desentendendo

Eu só queria saber quando que seu olhar perdeu o brilho
que dança, qual foi seu ritmo na adolescencia
eu só queria saber quando você perdeu a inocencia
e que música homenageou a sua mãe quando criança…

Vem, amigo meu, conta do seu passado, mostra quão pesadas
foram as águas que puxaram de seus olhos

vem meu amigo, me conte, em que suposição
minha está correta para saber que essa armadura
é diferente daqueles que quando criança, você brincava
Em que batalha emocional, você se feriu profundamente

Vem meu amigo, me conte, o que refletiu do seu passado
para voce ter esse semblante tão pesado e esses olhos
tão descrentes…..

Um comentário sobre “Conte-me o seu passado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.