Em gratidão

Se minhas batalhas foram árduas
se em momentos pensei em desistir
se por vezes me senti só

Se por vezes derramava desespero
e em meu leito eu me guardava
procurava a você meu Senhor

Obrigado por vir em meu amparo

Se hoje me calo surdo aos meus inimigos
venho em meu íntimo prostrar-me diante
da minha guarda Real de um só homem
que foi capaz de derrotar exércitos
sem erguer sequer um punhal

Estou aqui Cristo
filho do Divino
em adoração

Porque você bem sabe
das dificuldades
que a carne nos impõe

Eu quero ser a manisfestação
exata e plena da adoração
voluntária que não falha
na gratidão

Um comentário sobre “Em gratidão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.