Poema de aniversário

Desculpe se eu não pude esperar, mas a inspiração chegou agora
Não sei se amanhã terei a mesma ternura para lhe escrever.
Se você gosta ou não de aniversários, não sei
Há quem prefira esquecer, há quem ache a experiência bem-vinda

Bem-vindo à categoria de poemas de celebrações
Junho agora eu marco no calendário
todo dia vinte e oito será esperado para lhe cumprimentar

Meus cumprimentos pelo comprimento de sua lista de qualidades
Por deixar seu registro nas inúmeras artes que compõem o espírito
São poucos aqueles que estão vivos capazes de desenhar, tocar,
pintar, escrever, encantar, sonhar e cativar as pessoas tão rapidamente

Seria quase uma ironia se eu me contentasse apenas com um poema simples
feito de palavras simples para o feiticeiro das letras que, de tão jovem, envolve,
por ser ainda menino com a firmeza no pulso digno do mago das artes.

—————————————————————————————————————

Pelo décimo sexto aniversário de Gustavo Stresser. Um poema cheio de palavras simples e sentimentos complexos que não se descrevem nem em prosa, nem em poesia, mas se faz presente em uma admiração respeitosa e profunda, desde o dia em que eu lhe conheci, e recebi um grande presente, que agora tento retribuir em uma dose tão pequena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.