A vida sabe o que faz

Queria tocar seus doces lábios
e torna-los quentes novamente
ver seu rubor em cada traço
e as nossas almas contentes

Quero o meu braço pela sua nuca
e as suas orelhas quentes e vermelhas
as nossas bocas sendo teias de aranha
a aprisionar nossas cabeças

Quero seu corpo pulsante e firme
e o tremor a subir pelo seu corpo
eu quero o calor a me tomar por inteiro
e o seu sabor de ser o primeiro

Quero seus lindos olhos a viajarem pela min’alma
e as suas faltas de ar a acalmarem as minhas entranhas…

Quero então mergulhar nos seus ancestrais
a caminhar pela sua cama, e uma vez mais
acessar o amor de verdade, a declar que me ama

Nesses nossos rituais ver nossas almas a se encontrarem
e durante eras, presenciar nossas habilidades se afogarem
na prova viva de que a vida sabe o que faz
quando nos une novamente….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.