Vontades e verdades

Nem sempre apenas o desejo basta
nem sempre a boa intenção é suficiente;

Nada se consegue da vida sem amadurecimento
nada nos é convincente sem trabalho,
sem construção contínua do espírito,
motivo primário dos nossos desafios
que acarretam sempre esforço secundário;

Não basta o querer sem agir
em todos os campos de ação,
não basta apenas saber a letra
e ter um microfone a disposição

É preciso entender a dinâmica da vida,
saber que toda a circunstancia é bem vinda,
e não adianta praguejar contra tudo:

O mundo não gira ao seu bel-prazer

Se assim fosse, como seria torpe viver,
sem motivo algum pra esperar acontecer,
sem essas pegadinhas, que dão graça,
que fazem a rima poética

Que dão motivo à reza,
à prece aquecida, fazendo da vontade, um desejo,
de, às vezes a conquista ter sabor e validade,
marginalizando a vontade vaga, e dando força
ao desejo nato daquele que busca lutando…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.