Ilustrador

[Para Guto Stresser]

 

A você que me deu cores
para dar graça ao griz da minha vida
A você que de amores não caberia nem em mil rimas
A você que deu cara ao amor que sinto por uma canção
A você que traduziu minha emoção em traços
esses seus traços rasos de menino
mas que rasgou as fraquezas
nas franquezas dos seus desenhos
muito mais que delicados, uma lição
de que o espírito grandioso
também vem em fracos pequenos,
e mostram que os meninos também são homens
por apropriação de um estágio evoluído de vida,
pois nessa vida ainda é preciso aprender a parar
de tentar entender como as coisas são feitas;
É preciso sentir nos olhos d’alma essa serenidade
que acalma, que me faz chamar de adulto, uma criança,
e de moleque, aprendizes de adultos….
A você esse poema de uma estrofe só,
tão atípico na minha poesia:
Assim é a sua vida na minha,
cheia de ilustrações de amor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.