Projetista

Hoje percorro os dedos pelo teclado,
calado, com pensamento elevado em Deus.
É Ele quem deve ser exaltado, clamado com convicção.

Hoje eu sei bem o que Ele me preparou,
cuidou, semeou e projetou só pra que eu colhesse.
E muitas vezes eu achei que eu era capaz de escolher,
capaz de entender tamanho projeto

Era eu que perdido, via apenas o vazio e o desespero,
era eu que desacreditava estar no rumo certo
caminhava com dificuldade, e não via as verdades no caminho.

Na estrada difícil, era quase constante a minha inquietação,
era grande a minha vontade de desistir, mas passo por passo, resisti;
Ele soprava em meu íntimo uma brisa leve, que quase não percebia,
mas pé ante pé eu ia como se uma força maior me puxasse e gritasse:

“Vai valer a pena!”

E eu, de imediato, não entendia que do outro lado da linha
quem me chamava era alguém maior, com uma voz tão fraca e rasa,
que eu me negava a escutar, quando multidões gritavam a todo momento,
como quem me impregnava com um veneno, dizendo:

“Desista, não vai dar!”

Então eu, teimoso, mas cheio de esperança,
como quem acredita na palavra de uma criança,
que todos insistem em desacreditar:

“Siga em frente, eu vou te curar”

Na estrada da vida, eu segui o projetista,
aquele que sabe o que faz de jeito tão perspicaz
que por mais que eu duvidasse, tive de acreditar, simplesmente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.