Se tu soubesses

Ora, se teus olhos tão cheios de vida
resolvessem me falar algo, não precisaria;
Ora, se teus olhos tão alegres
pudessem me falar mais alto
do porque deste brilho tão cativante…

Se este teu sorriso tão tímido
entendesse o quanto me faz bem,
o quanto esta simples leveza no rosto
Ah, se teu sorriso tímido soubesse,
ficaria então envergonhado

Se teu semblante soubesse
o quanto o teu mistério me entorpece,
Ah, que te digo: Nem prece te ajudaria
a tirar de mim tamanha hipnose
quanto apenas à hipótese de te querer bem

Ah, se tua reflexão soubesse a profundidade
do que sinto, até mesmo tua melancolia
se recolheria para minha felicidade passar….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.