Remendos

E fica na imaginação
melodias para canção,
sendo a vida escrita;
Os versos vivem de imitar

Paixão, quando chega
cabe apenas contemplar…
Prazer, estou de volta

você me conhecia,
só não lembra,
agora recorda
é a nossa hora de amor

Agora não precisa ceder,
se você acha loucura, tudo bem,
mais tarde, quem sabe, você acredita
que eu fui escolhida pra você

E se acha isso tudo besteira,
utopia de incorrigível apaixonado,
deixo a vida demonstrar tudo o que eu falo

Não sou profeta, nem adivinho
é apenas o fio correto
sendo desenrolado e puxado
para a outra ponta,
depois de tantos remendos errados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.