Mais gostoso

Se eu estiver chegando perto do que você deseja,
mande um sinal à caneta esferográfica preta
pra que o esforço seja maior se eu quiser apagar
a sua letra da minha cabeça

Se eu estiver tocando nos seus sonhos,
por favor, perdoe, não é intencional
como eu achei que fosse…
Tudo é mais natural, mais tranquilo,
algo novo…

Que eu não sei explicar, e por isso novo poema, novo!
pra ver se você pode, de quebra, me inspirar
a outra enorme centena de versos livres e soltos,
como tem sido o meu ato de amor louco, desesperado
e insensato, mas gostoso…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.