Princípio da ponderação

É bem rente ao corpo,
bem dentro dos olhos,
é bem próximo da verdade
que se encara a realidade

É sem medo da vida,
é em respeito próprio,
por considerar o próximo
parte de mim

Parte de mim muita responsabilidade,
parte de mim sempre a justiça da ação
– parte de mim o signo da balança –
o princípio da ponderação

É com os olhos d’alma que se vê
– profundo e sem receio –
que a vida revela
muito além do meio termo

É para tirar as dúvidas daquilo que é relativo,
para seguir a diretriz do correto, sem vacilo,
para aquilo que ninguém percebe que precisa de proteção
é o cuidar do outro sem solicitação

É inerente a mim, antes de tudo,
antes e até mesmo sem laço afetivo,
antes e até mesmo sem troca, barganha,
antes e até mesmo sem ganância, ninguém sonha;
antes e até mesmo, até mesmo antes
de qualquer desconfiança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.