Início de mim

Antes, milênios em construção,
meu espírito, novo e nobre,
ainda puro, límpido, cristalino,
mudou o tempo e o espaço;

Antes de tudo, em matéria-prima-primeira,
simples e em aprendizado, elemento-comum,
se fez a gênese da existência,
obra ainda a trabalhar, lapidar,
mudou-se para a carne, humana;

Antes do início, – emana o espírito –
a luz da vida, da consolidação do começo,
do ínicio, eu escolhi o cósmos

Solicitei, de caso pensado e de ponto certeiro,
dividir o tempo-vácuo-espaço-momento
no mesmo instante, exato, da sua experiência
divina de vida, divina, de vida, a sua;

Divida comigo o mesmo mistério
daquilo que não sei; do que sempre soube;
do antes, do ontem, do começo, do príncipio,
do tempo-espaço-momento

Contigo quero dividir a partícula do ser,
que acha que vive muitos, e muitos anos,
e não percebe, inconsciente, que participamos
da brevidade do segundo da eternidade,
que não termina aqui

Mas, começa a despontar para o além-matéria,
mas, começa a se abrir, o portal do futuro-e-passado
no momento exato da paixão, escolhida ainda no nada,
no vácuo do nada, do nada, do nada do universo;
ainda quando se preparava o elemento propício
para chamar você e eu, de nós;

Tudo começou do nó que era o projeto eu,
tudo começou do nó que era o projeto você,
nós que nunca conseguimos, a qualquer tempo, dizer não
ao outro, ao outro dessa vida, da anterior, da próxima,
agora, – e muitos antes – e muito além do início-fim;
você e eu, nós, início de mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.