Há quanto tempo

O tempo é uma decorrência de percurso,
ele não cura, nem perturba ninguém;
O que nos cabe no tempo é o aprendizado,
a mera mudança de hábitos, de palavras, de gestos;

O tempo é percurso do ser,
a contar-se de que maneira for,
mas, é bobagem

O que difere o hoje e o amanhã
não é o tempo, mas, a mudança,
o aprendizado e o ensinamento

O desejo de novidade,
o destempero do agora
não é o daqui a pouco,
isso é pouco,
o cronológico

Falo o óbvio:
Há crianças bem esclarecidas
e maduros humanos, ainda crus

Cada um leva a cruz
do tempo que não vale madeira,
nem esforço,
o tempo é um esboço do progresso
do todo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.