Compaixao®

O aumento salarial que você merece, não sai
o esforço que você faz não vale de nada
todas as noites de sono perdidas
madrugadas mau dormidas para terminar o trabalho

Álcool na ferida para arder a sua vida

O afago que você esperava, a mao segura
que não te segura em nada
a música que você quer cantar a alguém
e essa pessoa nao te percebe de jeito algum

Não há mau nenhum, não há mau nenhum
se tudo que você merece e espera não ocorre
não tente nem pedir socorro, você não pode

É sua chance de viver o hoje
sem contar com nenhum auxílio
antes que o seu dedo caia
estendido entre as lacraias
que querem te consumir

Álcool na ferida
vai arder a sua vida
mas o dedo inerte
nao vai cair

Se você tenta e insiste
eu buscar a esperança
pobre criança de dedo podre

O mundo te come enquanto você pede ajuda
agonia na labuta so pra tentar sorrir
entao faz assim, deixe-me contar

O álcool arde, mas ainda não é tarde
para perceber que o mundo, o mundo
ele não quer te vender remedios
apenas envenena seu coraçao

Álcool na ferida, aquela em carne viva
das dores sem solução

Eu quero aplicar o álcool
da compaixao® em você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.