No meu retorno você esquece os meus erros

Estou vivo
eu me mexo
eu tenho meus desejos
sou eu mesmo
tenho meus anseios
mas vivo a vida sem medo.

Sobretudo estou vivo
meu corpo reage aos gritos
mas não ligo para seus berros.

Fujo de casa
vou ver o mundo
andar, bater perna, dançar,
explorar os absurdos.

Você fica sozinha a gritar,
grita de raiva sem parar.

Quando volto da festa
quieta a pensar
depois você esquece porque chegamos a brigar
esquece de todo o stress e vem me amar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.