Estou próximo

Filho,

Talvez você não me escute muito bem ou não tenha seus pedidos atendidos rapidamente.
Eu não quero gritar para que você me ouça. Não gosto que sinta a minha presença de uma forma tão imposta assim.
Filho, quando você ouve uma música e quer cantá-la, a sua voz acompanha o volume do som. Quanto mais alta a música, mais alto você canta. Comigo não.
Filho, eu não quero gritar para que você me ouça. Eu não sou um som, não quero falar alto para você me acompanhar. Eu sequer preciso disso. Eu estou muito próximo de você para gritar.
Se você conseguir se acalmar um momento, parar tudo o que estiver fazendo, parar de ouvir o que o mundo inteiro diz, você me ouvirá.
Começarei a sussurrar, e a medida que você se concentrar na direção da minha voz, perceberá que te chamo incansavelmente. Eu sempre te chamei.
Queremos um falar com o outro, estamos perto, mas não nos comunicamos. Eu escuto o seu clamor, mas você está tão disperso com as coisas desse mundo que minha voz não chega aos seus ouvidos. Justamente porque você não ouve minha voz que não lhe atendo. Eu gosto de atenção tanto quanto você gosta da minha.
Filho, não sei se já notou mas as coisas boas só acontecem com você quando bate o desespero. É nesse momento que você consegue me ouvir, que consegue se concentrar na minha voz, porque está em desespero.
Mas Eu não quero que esteja sempre em desespero pra me ouvir. Detesto essa situação porque é um momento delicado pra você, é um momento de sofrimento e Eu não quero que você sofra pra me ouvir. Quero você feliz, rindo, sonhando com o futuro brilhante que lhe darei se não esquecer que estou com você também nas horas boas, dentro do seu coração.

Estou a todo momento contigo, inclusive nas horas felizes,
Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.