Caiu a máscara III

Você era minha estrela-guia,
a bússola que me dizia a direção,
eu te colocava num pedestal,
estava a cima de mim em tudo,
enfim, você era meu ídolo,
aquele que eu queria ser cópia exata.

Mas um dia descobri que você não era tudo,
percebi que era só olhar pro lado que encontrava
outros iguais, ou melhores do que meu astro-rei,
te vangloriei uma vida inteira e só agora despertei,
desencantei, desgrudei do tudo, porque tudo não mais notei.

Posso ser ingrata, e sei que sou,
mas vou fazer o que se a ilusão me abandonou?
Se tudo que sonhei não passou de fantasia,
seria muito mais que hipocrisia minha continuar vivendo assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.