Beijo-veneno

Todos os sons e todas as melodias
serão mínimas para encantar seu coração
porque de todas as canções que eu ouço
uma frase me faz lembrar você
um grave alongado me faz te ver

Caminhando nas praias desertas
afundando meus pés na areia
sentando à beira-mar, eu vou pegar meu violão
para recitar qualquer verso, qualquer refrão

Eu vou fazer com que meus sentimentos se afoguem
quem sabe essa falta de sorte de não te ter aqui comigo
me faça mais compreensivo, capaz de entender
que mesmo sem você, eu penso, eu sinto
sua presença, seu abrigo a me aquecer

E quando percebo o sal do mar me envolvendo
eu lembro do nosso beijo-veneno
que me fez te perder

Por que beijei aquela moça à força
o antidoto ainda nao estava pronto

Que tonto eu fui…..
engoli veneno

Agora o mundo é pequeno sem você aqui
a perdi para sempre…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.