Espelho

Eu só queria que você soubesse
que todo o amor que um dia
alguém dissesse a você
ser verdadeiro, e não foi,
que você entendesse
ser necessário para esse depois

Eu só queria que você notasse…
Todo o pouco cuidado,
todo o machucado e toda a decepção
nada mais era do que o valor maior
da amizade que nós temos agora,
em construção

Eu só queria que a vida lhe ensinasse
que um pouco de maldade também faz bem
porque quebra a ilusão de pensar
que todo mundo aprendeu a amar
dizendo apenas amém

Eu só queria que as suas lágrimas,
e o seu desejo realmente se encontrassem comigo
para provar que sonhos não são impossíveis
e que amigos inesquecíveis existem no coração

Eu só queria que você estivesse preparado
e eu também pudesse me ver espelhado
nessa cumplicidade que a nós não tem definição…

Um comentário sobre “Espelho

  1. Marta Vaz disse:

    “Eu só queria que você estivesse preparado
    e eu também pudesse me ver espelhado
    nessa cumplicidade que a nós não tem definição…”
    Esse poema foi pra nós, a nossa cumplicidade é…rs Simplesmente aconteceu! Te amo meu amigo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.