Bom reconhecer

Muito prazer,
bom conhecer você
hoje te encontro,
nossas vidas,
cruzando-se

Muito prazer,
a memória humana falha,
mas a vida trabalha,
ela nunca mais vai nos esquecer
bom conhecer você

Muito prazer
hoje a gente cria um portal do futuro,
o presente se vive junto – ou não -,
mas lá na frente, sobretudo,
quando o corpo não nos representar,
e a memória nos trair,
o sentir vai nos reconhecer e nos reconectar

Muito prazer,
hoje tudo começa
nessa arte onde a vida prega
(peças, talvez)
nessa arte onde a vida prega
amor ao próximo,
muito prazer e até logo

Daqui a dois dias,
daqui a duas décadas,
não interessa,
está tudo próximo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.