Guia-me

Pai,

Perdoe-me as coisas ruins que faço,
perdoe-me pelos dizeres indevidos
e pela falta de sensibilidade para com o próximo.
Peço que me guie pelo melhor caminho,
que faça de minha mente uma ferramenta de paz e amor
quero que mostre como posso passar o calor
que sua palavra trás.
Quero ser uma ligação entre sua palavra e o ódio,
entre o otimismo e o pessimismo,
sucesso e fracasso,
entre a benção e o rancor,
entre o desespero e a calmaria,
o desprezo e o acolhimento,
entre o sofrimento e alegria.
Quero ligar minha alma ao irmão.
Gostaria de aprender a perceber e ajudar quem sofre,
sabendo que guiado por Ti,
conseguirei confortar um coração.

Um comentário sobre “Guia-me

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.