Poetinha

Eu só quero saber se o fato de você ter um rostinho bonito,
se é apenas isso que me encanta, ou se tem algo a mais.
Ainda tento descobrir qualquer outra característica
que me coloca à risca de não desistir de lhe ver.

Não sei se é toda a ousadia que você vende,
esse jeito louco com cara de inocente
apenas procurando se encontrar…

Não sei se é o fato de eu estar carente,
ou se é o coração querendo o controle
da minha razão pra dar vazão a um outro
rumo em minha vida, se for essa mesma a saída,
eu posso mesmo me deixar levar?

Você é só um rosto lindinho,
de um homem nem tão bonito assim,
apenas querendo me encantar?

Será que basta apenas a sua vaidade
para dizer a minha sensatez:
– Não precisa mais se imunizar?

Ou será que eu quero mesmo é essa brincadeira
para fazer uma nova forma de poesia,
reinventando o que por anos
pensei ter o controle?

Será que por você eu quis perder esse controle
ou talvez eu apenas tente invadir seu mundo
para buscar lá no fundo outras formas de viver,
sendo ainda sensato, mas corajoso e com cuidado
para não me perder de mim em você?