Problemas alimentares

Vou te falar que a vida as vezes é chata demais,
é pesada demais e tem muitos problemas,
vou te falar – e a gente sabe – dá vontade de jogar tudo pro alto,
é um fato.

Mas, e daí que está tudo complicado, tem guerra no mundo, doença,
tem gente que tem uma péssima crença, do sempre pra baixo.
Não precisa ir muito longe pra reclamar do mundo,
nem olhar o noticiário, do Rio, a bala perdida,
de Brasília, dinheiro roubado, o Trump comandando o mundo,
Temer, rasgando direitos, o colapso dos refugiados,
os ataques na Síria, o Estado Islâmico assombrando o planeta,
fazendo do nome de Deus o Capeta,
de todo certo, está tudo errado

Vou te falar que a vida as vezes é doida demais,
e pra reduzir o nosso pesar, vou te falar,
naquilo que dá pra agir, naquilo que dá pra mudar,
naquilo que dá pra fazer, enfim, o que eu posso fazer…

Tem gente que reclama de tudo, se faz chuva, se faz sol,
se o dinheiro não vai até o fim do mês, se acabou o sal,
tem gente que reclama de não ter roupa nova,
mas, também não tem o mínimo gosto pra música,
tem gente que escuta Anitta no meio da chuva,
e pragueja de vagabunda

Tem gente que joga lixo na rua,
depois reclama da inundação,
tem gente que diz: nada consigo,
mas, meu amigo, você nada fez

Não estuda, não progride,
não muda de apetite,
reclama da comida todo dia,
não muda o jeito de fritar o bife

Não troca de rota, não pega o ônibus,
reclama do preço do álcool,
reclama de dor na coluna,
não muda de cama

Reclama que o marido perdeu o interesse,
não mudou de marido,
reclama que a filha não ajuda,
não cobra da filha, não se indispõe

Põe uma coisa nessa sua vida, mudança
não pragueja a roupa surrada,
compra menos pizza, troca de capa
pára de reclamar do chefe,
muda de área, começa outro momento,
para de forçar um lamento que você não tem

Cansa de contar vintém, não conta!
canta! canta primeiro!

Não é o mundo que tem problemas demais,
é o seu mundo, que tem problemas demais,
porque você tem medo de ter problemas de menos,
e encarar seus lamentos, que não te alimentam mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.