Basta desse mundo covarde

Cortarei os pulsos da minha alma
trarei paz ao espiríto desse jeito
já que não encontro as soluções que busco,
já que esse mundo é absurdo,
não viverei mais aqui.
Partirei.
Para outro plano mais calmo e menos perturbado,
me elevarei.
Deixarei a carne, o corpo, a mente deficiente de respostas.
Buscarei na nova oportunidade, responder a todas as dúvidas e angústias.
Talvez eu seja fraco
de partir assim sem luta
mas o tormento é grande
é tanto ódio,
tanto rancor,
ninguém da mais valor à vida
ninguém vê que certas coisas tem valor.
Não suporto mais,
é muito pra mim.
É duro viver morrendo aos poucos.
Prefiro suicídio a sofrer e correr perigo
com o desequilíbrio desse mundo cruel,
covarde e frio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.