Indaga ações

Será que o meu coração invocou que te ama?
Será que ele sabe o que é amor?
Será que apenas se identificou?
Será que você vai ler meu poema tão tarde?
Será que tantas perguntas são normais?
Será que você pensa em mim enquanto se diverte?
Ou será que eu só sou um cara a mais?
Será que você me olha com olhares masculinos?
Ou só sou um querido amigo, sem malícia?
Será que eu não quero forçar a barra?
Será que você aceita a minha vida toda bagunçada?
Será que dura ou vai ser desfeito no começo?
Será que o nosso romance tem apreço?
Será que você me acompanha para além do beijo?
Ou será que nem a minha carne desperta desejo?
Será que você poderia me dar uma chance?
Ou será que isso é só um lance da minha cabeça?
Será que a esperança está tão desesperada?
Ou será que eu devo guardar mesmo a sua foto como lembrança?
Será que a mente humana pode se conectar
com outra mente humana?
De modo a se alinhar planetas, o cosmos, a alma?
Será que você vai deixar eu experimentar?
Será que eu preciso formalizar?
Será que você entende que as minhas perguntas não são dúvidas?
Será, será, será?
Que eu vou ter que dizer
eu amo você?
De novo?
de novo?
de novo?
e mais?
mais?
mais?
um pouco?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.