A frieza do internauta

Não, não posso dizer que gosto de você
porque não te conheço realmente,
não te vejo decentemente e tudo
isso pode ser uma mentira incoerente.

Essa história de que internet aproxima, mentira,
ilude, elimina, convivência realista,
o olho-no olho, frio na barriga da conquista.

Tudo frio, sem sentimento, sem calor do momento.
Desanima até de fazer rima, internet é sem vida,
dá agonia.

Um comentário sobre “A frieza do internauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.